Dicas: Tratamento para vasinhos (pequenas varizes) nas pernas

Posted on

Uma técnica mais eficiente no tratamento de varizes está sendo testada em quatro hospitais públicos do Rio de Janeiro.

O tratamento desses vasos indesejáveis, denominados pelos leigos de varizes, microvarizes, varicoses ou simplesmente de “vasinhos”, consiste, grande maioria dos casos, na realização de escleroterapia. Conhecida popularmente como “tratamento de secar as varizes”, a escleroterapia é o método mais utilizado para determinar o desaparecimento desses vasinhos. A escleroterapia com espuma densa é um tipo de tratamento que elimina completamente as varizes e os pequenos vasinhos. Nas varizes de maior calibre, este tratamento pode não dar o melhor resultado, mas é capaz de diminuir o seu tamanho, sendo necessária mais de 1 aplicação na mesma variz. A Escleroterapia, mais conhecida como aplicação, é uma forma menos invasiva de tratamento das varizes, que é capaz de “secar” ou “queimar” os vasos doentes. Este procedimento permite o tratamento de varizes mais calibrosas, sem a necessidade de uma intervenção cirúrgica, podendo ser feita na própria clínica ou consultório. Últimamente tem-se falado muito da espuma como tratamento das varizes e vasinhos. O grande segredo está em identificar qual a melhor técnica para cada paciente em seu contexto pessoal, e essa escolha deve ser feita em conjunto com o cirurgião vascular. De acordo com Guilherme Pitta, presidente da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, qualquer pessoa pode ter varizes, mas elas aparecem três vezes mais em mulheres.

A cirurgia de varizes a laser está rapidamente se tornando o padrão-ouro no tratamento de varizes.

  • Quatro folhas de confrei
  • Um punhado de erva cidreira
  • Seis folhas de pariparoba
  • Uma garrafa de cachaça

A cirurgia varia de R$ 2 mil a R$ 10 mil, mas pode ser feita de graça pelo SUS.

A primeira meta: minhas pequenas varizes! É uma mini cirurgia, que sim, tem que acontecer no centro cirúrgico, mas é feita de forma muito simples, nada que demandaria passar anos fugindo de uma consulta. – Sim, o procedimento de secagem – escleroterapia – feito em consultório daria cabo da mais feiosa de todas as varizes do meu corpo e ainda de outras mini feiurinhas. Este é um tratamento feito em consultório, ao longo de várias sessões , cujo número depende da situação clínica. Ao mesmo tempo, quem foi submetido a tratamento da safena com espuma teve menor taxa de sucesso, se comparado ao laser e à cirurgia convencional. Caso prefira, entre em contato diretamente com ele via e-mail: Qual o melhor tratamento para varizes: laser, espuma ou cirurgia? O aparecimento de uma variz, pode originar novas varizes, porque a pressão dentro da veia vai-se transmitindo às outras veias adjacentes. Por isso, devemos tratar quanto antes as pequenas varizes que vão surgindo. Em que varizes pode ser feita escleroterapia?

Tratamento para vasinhos (pequenas varizes) nas pernas

  • Polidocanol 0,5-2%
  • Glicerina cromada,
  • Glicose 75%,
  • Espuma,
  • Etc

É a utilização do laser ou da luz intensa para queimar as varizes mais pequenas.

São feitas pequenas incisões na pele para extrair as varizes. É um tratamento inovador que permite tratar sem cirurgia o problema das varizes. A melhor aplicação para a espuma é o tratamento de veias de maior calibre, mas também pode ser usada na aplicação de vasinhos. Ele pode ser realizado no próprio consultório do médico Cirurgião Vascular sob anestesia local, e não requer os cuidados que uma cirurgia de varizes necessita. Porém, a efetividade do tratamento para varizes com espuma não é tão boa quanto à cirurgia, seja a cirurgia tradicional ou os métodos mais recentes como laser e radiofrequência. Além disso, o tratamento das varizes com espuma pode levar a complicações como , embolia pulmonar, flebites, manchas escuras na pele e feridas. A secagem consiste numa injecção de um medicamento nas pequenas varizes ou derrames. Algumas pessoas dizem não sentir nada, outras relatam  que uma depilação incomoda muito mais que uma secagem de vasinhos. Após o término do tratamento com o Vascular o paciente deve ficar alerta em relação aos principais causadores de vasinhos e varizes das pernas.

É verdade que a exposição ao sol depois de ter realizado uma cirurgia de varizes e ter cicatrizes recentes pode deixar essas pequenas cicatrizes escurecidas?

  • Quatro colheres de sopa das folhas de carqueja
  • Um litro de água

Após o tratamento de secagem dos vasinhos o que pode acontecer é o aparecimento de novos vasos devido a fatores hereditários, ou devido ao sedentarismo.

Como secar varizes no verão A verdade é que homens e mulheres podem sofrer com as varizes, porém, elas aparecem três vezes mais em mulheres. As microvarizes são o início do aparecimento das varizes, elas consistem em pequenas veias que dilatam e acabam ficando salientes, ressaltadas, e geralmente apresentam coloração esverdeada. É totalmente possível secar as varizes, mas secar varizes no verão é muito cauteloso, o que vai variar é o tipo do tratamento e a duração dos mesmos. Para as veias menores, que costumam apresentar um aspecto avermelhado, pode ser feita uma aplicação direta de substâncias químicas, ou tratamento a laser. Como foi bem esclarecido no texto, a avaliação da melhor técnica de tratamento bem como a sua execução deve sempre ser feita por um cirurgião vascular. Como eu disse acima, é muito comum o aparecimento das manchas e, por mais que tudo seja feito de forma adequada, elas podem surgir. Em outras palavras, se você tem , mesmo que sejam poucas e pequenas, você precisa realizar cirurgia ou outro método para tratá-las antes de iniciar o tratamento dos . Por isso, a escleroterapia é também muitas vezes referida como ”aplicação para varizes” e geralmente é feita com a injeção de uma substância diretamente na variz para eliminá-la. No dia anterior à escleroterapia, deve-se evitar fazer a depilação ou aplicar cremes no local onde vai ser feito o tratamento.

Hoje em dia há alguns procedimentos estéticos para secar varizes e hoje você vai aprender um pouco mais sobre o procedimento injetável de microvasos.

As varizes podem ser pequenas, médias e grandes. Esse tratamento recebe o nome de Escleroterapia e ele é o responsável pela secagem do vaso através de uma injeção de um agente cujo nome é esclerosante. Podem ser corrigidas com cirurgia através de laser ou cauterização, além da escleroterapia, que é a secagem das varizes. Quando é feita a cirurgia a pele pode ficar perfeita, lisinha, mas durante a vida, outras varizes podem surgir. Tratamento de varizes com Laser O uso do Laser pode ser tanto em cirurgia de varizes, quanto em escleroterapia transdérmica (aplicação). Campo Grande Tempo de leitura: menos de 1 minuto Secagem, esclerose e escleroterapia são sinônimos que correspondem ao tratamento de varizes pela infusão de medicamentos diretamente na veia. Geralmente, o laser é mais indicado em pessoas que tenham medo de agulha, alergia aos medicamentos esclerosantes ou que possuam veias muito pequenas, impossíveis de serem canuladas pela agulha. Além disso, ambas as técnicas tem a mesma efetividade: ou seja, tanto a cirurgia convencional quanto a cirurgia a laser são capazes de eliminar as varizes de forma semelhante. Mesmo quando aplicado de forma correta, o laser pode causar complicações, assim como qualquer método de tratamento das varizes e vasinhos.

O tratamento com laser transdérmico é feito no próprio consultório, não requer internação e nem repouso após.

Só no Brasil, de acordo com a Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, estima-se que mais de vinte milhões de pessoas sofram com as varizes. Já as mais superficiais são tratadas com esclerose (processo de secagem dos vasos). A terceira opção é o tratamento a laser para secar os vasinhos. Apesar do nome complicado, essa técnica é um processo para secar telangiectasias, que são os tão detestados “vasinhos” que aparecem em nossas pernas sem pedir licença. O processo utiliza uma micro agulha que injeta uma substância (que inclui glicose) responsável por secar os vasos. O laser, com seus diferentes tipos de intensidades, tem tido cada vez mais aplicação na área médica e, dentre estas utilidades temos o tratamento das varizes. A aplicação é feita com uma substância química, enquanto o laser tem seu efeito térmico, quando se associa as duas técnicas o resultado é potencializado, melhor resultado com menos sessões. Pelo que mais importante que o tratamento das varizes será efectuar um correcto e profundo diagnóstico das varizes do paciente pelo Dermatologista. É um tratamento que requer apenas anestesia local e por isso pode ser feito em ambulatório.